Blogs são confiáveis

92% dos leitores do Blog da Alcinéia Cavalcante (Amapá) confiam nos blogs. Os meios mais tradicionais como Televisão e Rádio perderam a preferência.

Veja o resultado da enquete:

Em qual destes meios de comunicação você confia mais?

  • Blogs (75%, 92 Votes)
  • Jornal (11%, 13 Votes)
  • Televisão (8%, 10 Votes)
  • Rádio (6%, 8 Votes)

Total Voters: 123

Clique aqui pra conhecer o blog da Alcinéia. Hoje foi a primeira vez que acessei, mas já tô recomendando!

Comentário: – É ‘nóis’ na fita mano!

Anúncios

ALAS na blogosfera

A Academia de Letras de Artes de Santarém está com seu blog no ar. Ouvi na reportagem da Guarany e me diverti ao ouvir o presidente da mesma pedir pras pessoas acessarem o blog e conhecer as ações da Academia. Boa iniciativa!

O blog foi criado ainda no mês de maio e espero que cresça forte e saudável. É sempre bom iniciativas como essas pertinhas de nós…

Quer conhecer o blog? Então clique aqui. Só ainda não sei quem atualiza o espaço.

Lá, o diretor da Academia, Eriberto Santos, lamenta a falta de apoio e patrocinio às ações desenvolvidas pela ALAS.

Blogueiros: façam silencio

a-melhor-dica-para-seu-blogSaiu no Comunique-se: Justiça paraense ordena retirada de conteúdo de blog

“Uma liminar requerida pela família de Luiz Afonso Sefer, ex-deputado estadual do Pará, obrigou Juvêncio de Arruda Camara, autor do blog Quinta Emenda, a retirar do ar textos considerados ofensivos à imagem do ex-parlamentar. O fato chamou a atenção de outros blogs paraenses, que consideraram a decisão um ato de censura (algumas manifestações foram registradas pelo autor aqui e aqui).  Investigado pela Assembléia Legislativa do Estado por denúncias de pedofilia, Sefer renunciou ao mandato, no último dia 7 de abril, para não enfrentar um processo de cassação. Ele é acusado de ter abusado sexualmente de uma menina, que viveu em sua casa dos nove aos doze anos”.

Eu e meus botões: Nem os juízes e desajuizados de plantão se entendem mais nessa coisa toda que se transformou o mundo dos blogueiros. Novamente uma censura? É por isso que a nossa imprensa está cada dia mais imprensada com tanta limitação de pensamento e conteúdo. Não é atoa que grandes jornais falam sempre a mesma lingua e trazem o mesmo conteudo…por que será então que a notícia das chicoteadas no metrô do Rio sairam em quase todos os telejornais??

Você é aquilo que come

Fonte: Blog Action Day
Os efeitos da pobreza estão por toda parte. Talvez por isso que o texto e as fotos abaixo estejam circulando com tanta força na Internet – as fotos pertencem ao livro “Hungry Planet”, que ganhou bastante destaque na CNN. Os resultados não são apenas ilustrativos, mas mostram com clareza a situação da pobreza no mundo. Embora o texto fale essencialmente sobre fome – e o quanto uma família come por semana –, seria insensato negar que fome e pobreza andam juntas. Confira as fotos abaixo.

Alemanha: família Melander, de Bargteheide
Gastos com alimentação por semana: 375.39 Euros (cerca de US$500.07)

Estados Unidos: A família Revis, da Carolina do Norte
Gastos com alimentação por semana: US$341.98

Itália : A família Manzo, da Sicília
Gastos com alimentação por semana: 214.36 Euros (cerca de US$260.11)

México: A família Casales, de Cuernavaca
Gastos com alimentação por semana: 1,862.78 Pesos Mexicanos (cerca de US$189.09)

Polônia: A família Sobczynscy, de Konstancin-Jeziorna
Gastos com alimentação por semana: 582.48 Zlotys (cerca de US$151.27)

Egito: A família Ahmed, de Cairo
Gastos com alimentação por semana: 387.85 Libras Egípcias (cerca de US$68.53)

Equador : A família Ayme, de Tingo
Gastos com alimentação por semana: US$31.55

Butão: A família Namgay, de Shingkhey Village
Gastos com alimentação por semana: 224.93 ngultrum (cerca de US$5.03)

Chade: A família Aboubakar, de Breidjing Camp
Gastos com alimentação por semana: 685 Francos do Chade (cerca de US$1.23)

Cadê o ‘nosso’ queijo?

As imagens a seguir são do blog do Dudu Dourado ( que comemora que seu blog agora está livre das importunações dos pudicos de plantão) e foram feitas por esses dias – retratando o impacto da monocultura de soja na região.

Trecho publicado no blog dele:

“Sobrevoei pela região do Curuá Una e Belterra para fotografar, (vejam algumas fotos no meu blog), e foi quando vi a quantidade de soja plantada, extensões enormes, dando vazão para este sistema de monocultura e a repetição irracional da agricultura intensiva, com o uso obrigatório e contínuo de herbicidas, com certeza estará a produzir-se uma desertificação biológica desses solos. Além disso, por requerer pouca mão-de-obra, o modelo expulsa os habitantes do meio. Produzindo também um fenômeno de concentração de terras. E fica a pergunta que não quer calar: Cadê a riqueza produzida por essas plantações, a cidade está cada vez mais pobre”.

Clique aqui e veja outras imagens