Carta para um amigo

Imagem

Caro Amigo,
te escrevo essa carta recebendo a luz do Sol que resiste por detrás da cortina de renda. Sei lá, mas achei que ia gostar de saber.

Como eu já te disse, sou daquelas que ouve alguma coisa aqui dentro e, aos poucos, coloca o que escuta no papel… e é por isso que te escrevo. Palavras bem ditas (benditas) são os melhores recursos que conheço pra trazer paz e amor pra vida da gente.

Amigo, acredito e torço pela tua felicidade e sonhos: uma moça que tu gostes e que goste de ti, o progresso nos seus estudos e a casa de campo – desculpa se errei a ordem, se bem que acredito que as coisas acontecem como tem que ser e coloca-las dentro de um planejamento e fechar a porta para o destino é um grande passo de distanciamento para a felicidade. Se me permite uma dica, eis: não permitas que isso te aconteça. Os teus quereres regem teus sonhos e é de sonhos que a vida é feita. Não espere pra realiza-los depois “disso” ou “daquilo”. Não sabemos qual o tempo certo pra realizar alguns dos nossos sonhos, mas, com certeza, ficar sonhando sozinho não é uma boa tática. Tome uma dose extra de coragem e caminhe, pedale, corra, viaje em busca do seu sonhos. E, caso lá na frente, você descubra que não era aquilo que estava imaginando, tudo bem. Pior seria não ter feito nada e viver um sonho pela metade ou sem ter com quem compartilha-lo. Sabe o filme “Up! Altas Aventuras?”. Os dois se conhecem por acaso, casam e planejam morar num lugar lindo. Mas deixaram que outras coisas ocupem o lugar de prioridade até que um deles parte e eles não podem compartilhar juntos daquele sonho. As vezes a gente quer muito que uma coisa aconteça, mas coloca dificuldades (medo, preguiça, passado) no caminho e vai deixando o tempo passar, passar, passar. E esse tempo, acredite, não volta. “Não deixe pra amanhã o que você pode fazer hoje”. E se puder não fazer hoje, pelo menos, não deixe de fazer ou o faça quando seu coração pedir. Porque ele, o coração, pede. 

Agora, uma coisa que eu quero te dizer: se queres um amor, cativa-o. Cativar é criar laços com a outra pessoa. É conhece-la, respeita-la e admira-la. É conhecer seus segredos, seus sonhos e construir uma vida a dois.

Boa sorte,

Ju.