Qualquer coisa, grita


 

 

 

E onde o amor for infinito
Que eu encontre o meu lugar.
E que o silêncio da saudade,
Não me impeça de cantar.

Talvez você me encontre por aí,
Quem sabe a gente possa descobrir no amor
Sonhos iguais, noites de luz
Que os dias de paz estão em nós.

Oração do Horizonte – Detonautas

 

Como eu quero que as palavras soltas sejam um grito de ‘ei, eu tambem não sei o que está acontecendo’. Ou simplesmente um foi apenas um ‘jeito diferente de mostrar o quanto você me faz bem’. Ou até ‘o quanto esperei e vou esperar pra dividir meus sonhos com você’.

E eu, que desesperadamente não sei o que isso significa, me perdi tentando te encontrar, te decifrar. Não sei por quanto tempo vai durar e também não sei como agir. Eu, logo eu, a pessoa que tinha as respostas pra todas as perguntas do coração, fiquei perdida dentro do vazio da silêncio. Do meu próprio silêncio. Do seu silêncio.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s