Carta ao Coração


Querido, que esta o encontre em paz.

Sei o quão delicada é a situação que você vive nos derradeiros dias, e o quanto isso tem mexido com você e até mesmo perturbado o sossego que tanto busca pra sua vida. Mas digo que as coisas são assim mesmo. Por mais que a gente queira que elas fiquem o tempo inteiro ‘organizadas’ dentro da gente, tem horas que é preciso jogar as coisas velhas e dar lugar pra sentimentos novos e, até um certo ponto, surpreendentes. Eu sei o quanto esse novo sentimento está te causando uma admiração pelo desconhecido. Eu sempre soube das suas reservas em relação a ele e de repente vocês se encontraram… e olha que muitas vezes eu ouvi você dizer que achava que ele nunca ia chegar. Mas enfim, será que já é a hora de resolver essa situação? Deixar de lado o medo de viver intensamente e se entregar pra uma mudança? E será uma grande mudança – eu aviso logo. Porque ninguém entraria assim na sua vida só por entrar, sem deixar um pouco de si e levar um pouco de você. Por mais que você evite falar do assunto, ele está tão estampado no seu olhar e no seu sorriso, que até as pessoas estranhas sentem a sua alegria. Afinal de contas, a gente não sai dando ‘bom dia’ e distribuindo sorrisos pra todo mundo sem um bom motivo pra isso. É, ou não é?

 

O brilho de um olhar…
Um sorriso de esperança…
Um gesto quase imperceptível…
Um movimento rítmico, um aceno…
A presença do ausente…
Um toque…
*


Algumas pessoas estão torcendo pra que isso aconteça tem tempo e a gente sabe bem disso. E você, na pressa, se deixou levar e meteu os pés pelas mãos algumas vezes. Se arrependeu e chorou muito. E o que passou serviu de aprendizado e até evitou novas lágrimas. Também foi motivo de risos quando o tempo fez sua parte e cicatrizou as feridas abertas. Lembra quando você disse “eu nem acredito que gostei desse cara”. E você foi bem forte quanto precisamos ser fortes, e eu te admiro muito por isso. Claro, as vezes é meio bobo, tolo e inocente. Mas a gente até que se diverte muito com suas trapalhadas. E isso você não pode esquecer.

 

É tão bom,
Quando a gente se entrega a beleza
Se sente em total realeza
Com a natureza e o amor
**


Eu só estou te escrevendo todas essas coisas pra que você entenda de uma vez por todas que eu quero muito que você fique bem. Que eu quero mesmo que você encontre suas respostas e possa seguir firme nas suas escolhas. Que você tome uma dose de coragem e seja verdadeiro com as pessoas que estão esperando por isso. Eu sei que você sabe que as pessoas não vão adivinhar o que você está sentindo e acredite, é provável até que você precise de um desenho pra pessoa entender de uma vez por todas que ela encontrou um lugar quentinho pra se guardar. Mas nunca esqueça que nós dependemos disso e eu espero mesmo que você seja forte, feliz e que faça a escolha certa, pelo menos dessa vez. Ah, e não se preocupe com a ausência do abraço por um longo tempo. Essas são as nossas escolhas.

 

Me fale me dê um sinal!
São Longuinho, São Longuinho
Pra onde foi?
A coragem do meu coração!
***

 

*Do livro: Em algum Lugar no Futuro, cap. O Milagre do Amor.
** Trecho da música “É tão bom” – Luiz Caldas
*** Trecho da música “O que se perde enquanto os olhos piscam!”, dO Teatro Mágico.

 

 

 

Com carinho, Juliane Oliveira

11 comentários sobre “Carta ao Coração

  1. Kelcy disse:

    Ameiii o texto amiga, pura e dura realidade, meu coração precisa mtooo de uma carta dessas também! heheheheh

  2. Yza disse:

    Juliane, acho que mais do que ter sensibilidade é preciso exercitá-la…e não apenas para com os outros…e principalmente, para o nosso bem estar. Ser sensível para se descobrir e se perder, para falar de si pra si…
    Me emocionei com teu texto. E tive muita vontade de falar ao meu coração também. Pra ele, eu diria algo como ‘não se afobe não, que nada é pra já’. Tenho um coração eternamente adolescente, vive afobado, com pressa…

    Bom, beijo grande!

  3. Alessandra disse:

    Lembrei do livro “Fragmentos de um discurso amoroso”, de Roland Barthes. Um dos meus preferidos. Ah, e boa sorte ao seu coração! =)

  4. Cleiton Pessoa disse:

    Não sei,acho que esse lance de amizade com o coração e mais feminino, não Pq homem não sente e sim pq e mais racional. Nunca entendi se essa troca realmente vale a pena pois posso ter enterrado meu coração há muitos anos atras. Experiências ahhhhh as experiências qta eternidade jurada que durou meses, qta dor no inexplicável no peito em nome do coração. Lendo seu texto ainda acho que meu coracao esta melhor preso Como se estivesse sentenciado a uma vida no carandiru do que solto, livre e consciente.

  5. Erica disse:

    Como diria o poeta “o coração tem razões que a própria razão desconhece”rsrs
    Quem dera que experiência pudesse entrar na nossa vida como por osmose… É caminhando que se encontra o caminho. Adorei o texto… continue preparando seu coração, que muitas surpresas ainda virão! Até rimou hehehe
    Mais vale sentir todas as nuances de sentimentos que encarcerar o coração. (penso eu) =D

  6. Marlena disse:

    Sei o qual frágil é nosso coração. Linda carta, é disso que precisamos dessa injeção de ânimo, que nos impulsione a falar do nosso sentimento, que é sincero. As pessoas seriam mais felizes se dissessem de verdade o que sentem e não ficar com medo de dizer “eu te amo”. Se isso me torna rídicula, eu quero ser essa rídicula.
    Afinal, o amor é simples.🙂 Bjim

    • Cleiton Pessoa disse:

      Não, o amor não é simples, é complexo. Dizer “eu te amo” é banal quando não há comprometimento e é sim ridículo quando a parte que escuta sequer “te gosta”. Sinceridade destrói relações como água em açucar, ser sincero é estar preparado para magoar, desagradar, dizer para o outro as coisas que ele sabe no seu íntimo e esconde de todos, escutar a verdade dói, por isso todos os casais apaixonados omitem seus defeitos e dos seus parceiros.
      Afinal, o amor é complexo.

  7. Tania Mara Amazonas disse:

    Fiquei confusa ao ler…nem cheguei a terminar. Carta ao coração é algo estranho. Prefiro para um homem. Já ia até te perguntar o nome dele…Daí a gente ia fazer uma mandinga bem forte pra amarrar o cabôco (pra você claro!!!).

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s