Bate-papo com um camarada


Encontrei no meu curso de jornalismo uma pérola – hehehe.. melhor. Um dinossauro: Jota Ninos. Sabe esses amigos que nos mostram o mundo por outros olhos, mas que por vezes se escondem atras de barba ou debaixo de uma boina? Pois é, o Jota é um deles… e como eu sempre digo. – Ninos, você é meu amigo, conselheiro, apaziguador de perrengues e um monte de outras coisas… só ainda não conseguiu se um blogueiro – ainda – Blog do Ninos.

Aqui meu abraço e um dos nossos longos bate-papos… vou guardar isso pra prosperidade…

Eu,%20intelectual1Jota Ninos: e afinal, o que “mexe contigo”????

Enviada às 13:06 de segunda-feira

Juliane:  gosto de jornalismo cultural, blogues, trabalhar com uma linguagem aberta, gosto de participar de iniciativas aonde as pessoas sejam produtoras daquilo que elas proprias vao consumir… eu nao vejo graça nenhuma em sair correndo atras de uma noticia de acidente, gente morrendo, algumas noticias sobre politica me incomodam pq as pessoas so reproduzem aquilo que a prefeitura encaminha. num param pra fazer uma analise como tu faz… essas coisas me incomodam. so reproduzir.. ou ter que fazer as coisas apressadas..

Enviada às 13:09 de segunda-feira

Jota Ninos:  entendo teu dilema, mas talvez seja cedo para ele.

a questão é que para poderes ter uma opinião bem concebida sobre tudo, tens que viver entre os simples mortais, se é que me entendes…rsrsr

em suma, precisamos pisar na merda, para saber a sua profundidade e depois disso alçar vôo e não ter mais que pisar nela

ou mesmo afunbdar nela

que é o caso da maioria dos coleguinhas…

rsrsr

Juliane: pois é…

Jota Ninos:  talvez sejas precoce, afoita ou simplesmente estejas na fase da “prraloquice”

já passei por isso, na tua idade

Juliane: essa ida pra sao luis abriu um leque de opções no meio do jornalismo e tals, mas aqui eu nao vejo isso.

Jota Ninos: porraloquice

Juliane:heheehe

Jota Ninos:  de qualquer modo, a única coisa que posso te dizer é: TENTA TER ESTÔMAGO E CONVIVE COM TUDO ISSO.

será uma boa excperiência para mais na frente saberes enfrentar merdas piores

queimar etapas pode te causar um prejuízo

ou então, o jeito vai ser conseguires um emprego como jornalista de ONG, que é o paraíso

a maioria dos coleguinhas que se metem em ONGs vivem no Nirvana, num mundo diferente de nós simples mortais

sim também sou um simples mortal, muito embora já tenha elevado meu nível (pelo meenos é o que acho) rsrsr

Enviada às 13:17 de segunda-feira

Jota Ninos:  agora se tens perspectivas de encontrar outros caminhos fora daqui, novas portas, talvez essa seja a solução: mochila nas costas e pernas pra que te quero

Juliane:tu é um audidata da comunicação.. é uma pena que ainda esteja em Santarem, ganhando pouco como todos nós… mas tu tens uma experiencia incrivel, e uma historia linda como jornalista e cidadão..

Jota Ninos: ficar aqui é meio sacerdócio

tem que saber conviver com toda essa cagada e querer mudá-la, por mais que a realidade te diga sempre que isso seja uma utopia

mas jornalismo é utopia

pois é

vivi teus conflitos no iníicio

Juliane: :)

acho q somos uns inconformados..

Jota Ninos:  talvez a diferença é que pisei em outras merdas, antes de entrar no jornalismo

fui porraloca do movimento social

vislumbrei um mundo melhor, utópico

Enviada às 13:20 de segunda-feira

Jota Ninos: quando entrei no jornalismo já havia criado uma couraça que me protege até hoje

continuo sonhando, mas quando a utopia me sufoca, não abro mão de uma coca-cola e um x-salada, para não dizer que não falei das flores…rsrsrs

Juliane: eu acho que a época que estamos vivendo é uma das piores pra sonhadores… pq um dá nem tempo de sonhar e ja estao cortando o nosso barato

Jota Ninos: assim, capitalizo meu socialismo sem socializar meu capitalismo…

profundo não?

rsrsrs

DESCOBRISTES A PÓLVORA!!!!

precisamos filosofar um pouco mais sobre isso.

Juliane: e o pior é o nosso curso, tu ja percebeste que nunca disseram pra gente que é possivel sonhar? fazer um jornalismo diferente do que está aí?? foram poucos os que falaram algo a esse respeito??

estamos igual na 7ª série, qdo estudavamos pra passar na escola..

Jota Ninos:  vamos tentar conversar outra hora, senão meus deddos vão ficar inchados

rsrs

Verdade. Tenho que desligar agora, tão me chamando no gabinete. bye e bjus.

Juliane: bye, vou salvar essa conversa pra posperidade.

Jota Ninos: isso. quem sabe te renda um livro em minha homenagem, quando um dia eu estiver comendo grama pela raiz…rsrsrs

2 comentários sobre “Bate-papo com um camarada

  1. Jota Ninos disse:

    Pô, massa! Nem me lembrava desse nosso papo virtual. Valeu a homenagem! Agora é só a gente passar pelo tal de TAO, do Iespes, e depois aguardo tua assessoria para, finalmente, revitalizar meu pobre e abandonado blog!
    Beijos, minha menina!

  2. Tânia Amazonas disse:

    Muito bom esses conselhos e dicas do J. Ninos, o Grego (a sabedoria vem do berço). Em todo o tipo e ambiente de trabalho temos de ter “estômago” em muitas situações. E a Juliane que é jornalista de opinião, inevitavelmente vai alçar seu vôo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s