Logo você será um grande orador


Por Reinaldo Polito
Se você não gosta de futurologia sugiro que não perca tempo lendo este texto. Eu apenas me baseei nas informações disponíveis em 2008 e brinquei com a imaginação para prever o futuro da arte de falar em público.

Supondo que eu esteja certo, no futuro você poderá falar em público com segurança, desembaraço e muiposts-em-blogsta eficiência sem se preocupar em fazer um curso de oratória. Ou seja, estou prevendo que como professor nessa área meus dias estão contados.

Escolhi uma data não muito distante para chegar com minhas previsões – 2020. Embora este período de 12 anos seja relativamente curto para uma expectativa de vida que vai romper a casa dos 80, uma verdadeira revolução vai ocorrer na vida de todos nós, especialmente na comunicação.

Nos próximos 12 anos vamos experimentar transformações tão acentuadas que conheceremos uma existência distinta, nova, muito diferente da que temos hoje.

O que consumia décadas para ser desvendado agora fica esclarecido em meses, às vezes em semanas e até em dias, pois os resultados das descobertas científicas são cumulativos e se somam ao conhecimento já existente para acelerar o encontro de outras soluções.


Segundo alguns pesquisadores, a ciência evoluirá com tal velocidade que a maioria dos problemas que nos afligem agora daqui a poucos anos parecerá informação pré-histórica.

Duas áreas do conhecimento têm papel preponderante nesta verdadeira metamorfose que a sociedade experimentará nos próximos anos: as descobertas decorrentes das pesquisas do genoma e o desenvolvimento da informática.

Para apoiar minhas previsões vou me valer da afirmação feita pelo cientista americano Raymond Kurzweil: os computadores pessoais vão atingir inteligência equivalente à humana em 2020.

Outro fato relevante é que os recentes mapeamentos do código genético já indicam que por esse caminho os cientistas descobrirão a origem das doenças que hoje nos destroem, e poderão indicar os meios terapêuticos que nos livrarão delas.

É possível supor que com esse mapeamento os fatores orgânicos que nos provocam desconforto para usar a palavra em público poderão ser controlados e nos deixar seguros e confiantes diante das platéias.

Pense como seria confortável fazer apresentações diante de qualquer tipo de platéia sem que o organismo sofresse nenhum tipo de alteração. Tudo amparado rigorosamente no conhecimento científico.

Ainda segundo Kurzweil, a inteligência artificial que será desenvolvida com o auxílio dos computadores dará ao ser humano uma competência que hoje ele ainda não possui para se expressar verbalmente.

Os chamados nanobots, computadores tão pequenos quanto o tamanho das células sangüíneas, poderão chegar ao cérebro e suprir as deficiências da linguagem.

Com a velocidade própria e cada vez maior dos computadores, essas minúsculas engenhocas ajudarão a encontrar palavras e a construir frases com a entonação perfeita para a transmissão de todo tipo de mensagem.

Essa conjugação da inteligência humana com a eficiência da informática permitirá que você estruture rapidamente o raciocínio. Além disso, você estará “equipado” para prever as resistências dos ouvintes e encontrar os melhores caminhos para afastar essas objeções.

Você poderá se comunicar com qualquer região do mundo, pois os computadores associados ao seu cérebro traduzirão automaticamente a mensagem em qualquer língua que desejar.

O volume da sua voz será regulado automaticamente pela avaliação que os sensores dos nanobots farão do ambiente, levando em conta o tamanho do recinto, a acústica da sala, os ruídos externos e até a dificuldade de audição da platéia.

A postura, a gesticulação, a comunicação facial, enfim toda a sua expressão corporal atuará de acordo com as informações captadas e enviadas aos seus robôs individuais estrategicamente implantados em seu corpo.

Todo esse conjunto será monitorado pela inteligência artificial, que passará a participar normalmente da sua vida, e adequará a comunicação para que atinja sempre o objetivo desejado.

Assim como eu não serei mais útil como professor de oratória, já que as suas apresentações serão desenvolvidas e comandadas pela inteligência artificial, nem você precisará estar presente para fazer suas exposições.

Se hoje -quando apenas engatinhamos nesse processo- as pessoas já conseguem fazer apresentações sem estar presentes, pois podem projetar sua própria imagem em três dimensões em qualquer auditório do mundo, dando a impressão de que estão verdadeiramente ali diante dos ouvintes, imagine então o que ocorrerá dentro de cinco ou dez anos.

Você terá condições de interagir totalmente com os ouvintes, indo com sua imagem e sua inteligência natural ou artificial a qualquer parte do planeta, ou recebê-los da mesma maneira sem que precisem viajar para estar com você.

Ah!, e a sala onde vocês se encontrarão será montada artificialmente de acordo com as necessidades da reunião. A tecnologia permitirá que você receba seus convidados em uma floresta com pássaros, riachos, brisa, farfalhar das folhas e cheiro de mato – tudo virtual, mas com todo jeitão de um ambiente natural.

Sei que você talvez possa estar desconfiado dessas minhas previsões, mas tenho cá comigo que possivelmente elas estejam muito aquém do que efetivamente irá ocorrer.

Imagino que nem todas as pessoas tão cedo terão acesso a essas conquistas científicas, mas não há dúvida de que essa evolução estará à disposição da humanidade bem antes dessa data.

Analise bem. Quem imaginaria há poucos anos que pessoas com o dinheiro contadinho só para a condução poderiam um dia andar pelas ruas com celulares, tirando fotografias e as enviando para outros aparelhos com toda a naturalidade e por valores acessíveis?

Espero que estejamos vivos para que eu possa resgatar esse texto e dizer a você todo cheio de orgulho: ‘eu não disse que seria assim?!’

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s